Encontro iTec 2015

Painelistas

AGNALDO DANTAS
Analista de inovação e tecnologia do Sebrae Nacional

SEBRAE - 10 TIPOS DE INOVAÇÃO

A palestra abordará o conteúdo do livro “Ten Types of Innovation”, dos autores Keeley, Pikkel, Quinn, Walters (2013), em que é apresentado um estudo sobre diversos casos de inovação dos últimos anos, cuja análise identificou 10 tipos de inovação usados pelas empresas estudadas. A tese defendida é que, mais do que preocupar-se em inovar em produto ou processo, por exemplo, a empresa deve buscar inovar em diversos outros tipos, simultaneamente, a fim de ofertar ao mercado uma inovação mais sustentável a longo prazo.

MINI CV

Engenheiro Eletrônico formado pelo ITA. Pós-graduado em Administração Financeira e Estratégias Empresariais pela FGV. Atualmente atua como analista de inovação e tecnologia do Sebrae Nacional.

ARMANDO ZEFERINO MILIONI
Secretário Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação - MCTI

INSTRUMENTOS DO MCTI PARA APOIO DA INOVAÇÃO E GERAÇÃO DE NOVOS NEGÓCIOS

Apresentação de ações e programas de apoio à inovação da Secretária de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação que contribuem para a geração de novos negócios.


MINI CV

Possui graduação em Engenharia Mecânica Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA, 1979), mestrado em Pesquisa Operacional e Transporte pelo ITA (1983) e doutorado em Industrial Engineering and Management Sciences pela Northwestern University (Evanston, IL, EUA, 1987). É Professor Titular do ITA. Entre outubro de 2005 e maio de 2010, fez parte da equipe "pro tempore" que implantou a Universidade Federal do ABC (UFABC), onde ocupou as funções de pró-reitor de pós-graduação, vice-reitor e chefe de gabinete da reitoria. Entre junho de 2010 e Dezembro de 2012, dirigiu o Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em São José dos Campos. Em janeiro de 2014 foi cedido ao MCTI - Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, onde ocupa a função de Secretário Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação. Atua nas áreas de pesquisa operacional e estatística aplicada, com particular interesse em Análise de Envoltória de Dados e Modelos de Previsão.

BRUNO BRAGAZZA
Gerente de Inovação e Propriedade Intelectual da BOSCH

MINI CV

Analista de Sistemas pela PUC-Campinas e pós-graduado em Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica pela UNICAMP. Diretor da ANPEI para o biênio 2013-2015, ocupa desde 2008 o cargo de Gerente de Inovação e Propriedade Intelectual da Robert Bosch América Latina. Atuou durante 23 anos na área de Engenharia de Desenvolvimento de Produtos da Robert Bosch América Latina, sendo os últimos 4 anos como Gerente de Desenvolvimento de Hardware e Software da Unidade de Comando de Motores Ciclo Otto. Participou da equipe de engenharia no desenvolvimento dos sistemas Flex Fuel e FlexStart. Entre 1991 e 1996 atuou como residente na Alemanha, com o objetivo de transferir o desenvolvimento de software deste produto ao Brasil.

BRUNO GHIZONI
EMBRAER

MINI CV
ea de inovação. MBA em Conhecimento, Tecnologia e Inovação pela FIA-USP e Membro do COMDEFESA.
Diretor da área de inovação da PORTBANK e coordenador da FIESP ANJOS. Em 2008, recebeu o prêmio Distinguished Innovator entregue pela BSA (Business Software Alliance) e em 2009 recebeu menção no site do Governo Norte Americano por sua atuação na ár

CARLOS SANTOS
Coordenador do programa de sustentabilidade e reduçães de emissão de CO2 da BOSCH

MINI CV

Pós graduado em Administração Industrial, graduado em Engenharia da Computação e Técnico em Eletrotécnica. Na BOSCH coordena o programa de sustentabilidade e revitalização de CaP e o programa de redução de emissões de CO2. Possui 10 anos de experiência na área de Facility Management na gestão SGI, de processos, na coordenação da comissão interna de conservação de energia, na engenharia de projetos e Construção predial e na engenharia de manutenção elétrica.

CHRISTIMARA GARCIA
CEO da Inventta+bgi

DA IDÉIA AO RECURSO: APOIO FINANCEIRO PARA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA.

Serão abordadas as formas de apoio e quais estratégias necessárias para o uso de mecanismos de fomento e os principais mecanismos disponíveis no Mercado, apresentando cases reais de uso desses no contexto brasileiro, Formada em Direito pela UFMG, MBA Executivo pela Fundação Getúlio Vargas. Communication in Business - Harvard Extension. Leading Changes in Complex Organizations - MIT Executive Education.


MINI CV

Sócia-Fundadora da Inventta+bgi, possui experiência de mais de 15 anos em consultoria tributária e de inovação em diversos grupos econômicos multinacionais, como Vallourec e Grupo Fiat. A partir de uma visão empreendedora e de oportunidade de mercado, fundou a primeira empresa brasileira especializada em incentivos fiscais à inovação tecnológica, com sede em Belo Horizonte. Atuou como conselheira tributária da FIEMG na revisão do anteprojeto da MP do Bem, convertida em Lei em 2005. Mantém forte atuação nas novas políticas de incentivos e fomento à inovação.

Organizadora e co-autora do Livro Lei do Bem – Como alavancar a inovação com a utilização dos incentivos fiscais (Ed. Pilares – 2014)

Professora Assistente no MBA Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica - UFSCAR na cadeira de Mecanismos Financeiros de Apoio à Inovação Tecnológica

DOUGLAS SPALATO MARQUES
Diretor de P,D&I da BRAERG

MINI CV

Possui graduação em Engenharia Biotecnológica (Rutgers) e em Farmácia & Bioquímica (UNISO). Possui o título de especialista em Engenharia Genética (AVM) e atualmente é Diretor de P,D&I da BRAERG (Brazilian Expertise Research Group). Tem experiência em pesquisa, desenvolvimento e inovação, tendo atuado principalmente nas áreas de biotecnologia, farmacologia e metodologias de diagnóstico.

DR. ARGEMIRO COSTA
Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da PIRELLI PNEUS

MINI CV

Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da PIRELLI PNEUS, responsável pela área de CAD/CAE e pelo desenvolvimento de Know-How, incluindo trabalhos de Pesquisa e Inovação em parceria com universidades e montadoras. Mestre e Doutor em Engenharia Mecânica pela Universidade de São Paulo - USP, com pós-graduação em Análise de Sistemas.
Participa de vários Comitês e Comissões Técnicas ligados a Engenharia e Inovação. Na ANPEI participa dos Comitês sobre a Interação ICT-Empresa e sobre Gestão da Inovação.

EDUARDO PLASTINO
Research fellow do Accenture Institute for High Performance

POR QUE O BRASIL PRECISA APRENDER A CONFIAR NA INOVAÇÃO COLABORATIVA

Cada vez mais, empresas no mundo inteiro consideram a colaboração além de seu perímetro como fator crítico para o sucesso na inovação. No entanto, as organizações brasileiras relutam em tirar partido desta tendência. O problema é grave, pois o país tem ficado muito aquém de suas necessidades e potencial de inovação.

Pesquisa da Accenture apontou que um dos principais entraves à inovação colaborativa no Brasil é o déficit de confiança que permeia a sociedade e a economia. A palestra discutirá medidas específicas que as empresas podem tomar para elevar os níveis de confiança entre possíveis parceiros e estimular a inovação colaborativa no Brasil.

MINI CV

Eduardo Plastino é research fellow do Accenture Institute for High Performance desde 2013. Anteriormente, liderou por três anos a análise de economia internacional na consultoria britânica Oxford Analytica. No início de sua carreira, trabalhou por dez anos na agência internacional de notícias espanhola EFE. Tem um mestrado em Desenvolvimento Internacional pela London School of Economics (LSE) e outro em Relações Internacionais pela PUC-Rio, onde também se formou em Comunicação Social.

FABIO STALLIVIERI
Assessor de Diretoria EMBRAPII

EMBRAPII: UM NOVO MODELO DE APOIO À INOVAÇÃO NO BRASIL

Apresentação do Sistema EMBRAPII, destacando suas premissas, a forma de apoio ao desenvolvimento conjunto de projetos PD&I, as Unidades EMBRAPII credenciadas e suas áreas de competência.

MINI CV

Possui Graduação em Economia (UFSC), Mestrado em Economia Industrial pela Universidade Federal de Santa Catarina e Doutorado em Economia Industrial pela Universidade Federal Fluminense. Professor Adjunto da Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense e pesquisador associado ao Grupo de Indústria e Competitividade do IE/UFRJ e da Rede de Pesquisa em Sistemas e Arranjos Produtivos e Inovativos Locais – IE/UFRJ. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Industrial e Mudança Tecnológica. Atualmente é Assessor de Diretoria da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial – EMBRAPII."

FILIPE MIGUEL CASSAPO
Gerente Executivo do SENAI C2i

CATALISANDO ECOSSISTEMA DE INOVAÇÃO POR MEIO DESAFIOS ABERTOS

Apresentação das metodologias e plataformas de inovação aberta, baseada em desafios, que permitem catalisar o relacionamento das partes interessadas de ecossistemas de Inovação. O tema da palestra será ilustrado por meio das atividades da plataforma InoveMais, e da rede de inovação do Senai Centro Internacional de Inovação, do Paraná, e seu ecossistema de Inovação.

MINI CV

Gerente Executivo do SENAI C2i - Centro Internacional de Inovação do Senai Paraná, unidade do Sistema Federação das Indústrias, voltada à aceleração do desenvolvimento dos empreendimentos inovadores, em todos os seus estágios. Filipe é também Diretor da Faculdade Senai Curitiba, e Diretor na ANPEI – Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras. Atuou como Líder do Processo de Gestão do Conhecimento da FNQ - Fundação Nacional da Qualidade. Foi Gerente de Gestão do Conhecimento da Votorantim Industrial, onde implantou processos de Gestão do Conhecimento e Gestão da Inovação; e Gerente de Tecnologia da Informação na Siemens, onde foi responsável pelo tema Gestão do Conhecimento e da Informação para a Região MERCOSUL, e representante da Região no Escritório Corporativo de Gestão do Conhecimento da Matriz. Filipe M. Cassapo, graduado em Engenharia da Computação pela Université de Technologie de Compiègne (UTC, França, 2000), possui uma especialização em Ciências Cognitivas e Epistemologia (UTC, França, 2000) e é Mestre em Informática Aplicada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR, 2004).

GABRIEL LEONARDOS
Sócio-sênior do escritório brasileiro KASZNAR LEONARDOS Propriedade Intelectual

CONTRATOS DE TECNOLOGIA: A SEGURANÇA JURÍDICA NAS PARCERIAS E NEGÓCIOS TECNOLÓGICOS

Instrumentos jurídicos são essências para formalizar as parcerias e negócios e dar segurança jurídica para as partes contratantes. Quais são, como e quando usá-los, suas características, precauções, averbações e aspectos fiscais serão abordados nesta palestra com foco em acordos de confidencialidade, transferência de tecnologia, contratos de cooperação e de parceria de desenvolvimento tecnológico.

MINI CV

Gabriel Leonardos é sócio-sênior do escritório brasileiro KASZNAR LEONARDOS Propriedade Intelectual. Advogado formado pela UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com pós-graduação na Universidade Ludwig-Maximilian, de Munique, e Mestre em Direito pela USP – Universidade de São Paulo, na qual foi aprovada sua dissertação posteriormente publicada pela Editora Forense sob o título “Tributação da Transferência de Tecnologia”. Foi Presidente da LES – Brasil, associação brasileira que representa em nosso país a Licensing Executives Society International. É Conselheiro Titular da OAB/RJ há 3 mandatos, onde preside a Comissão de Propriedade Industrial. É Presidente de Honra da Câmara de Comércio & Indústria Brasil-Alemanha do Rio de Janeiro. É autor de dezenas de artigos e palestras, no Brasil e no exterior, em temas relacionados à propriedade intelectual. Exerce a advocacia com concentração na negociação e redação de contratos de licenciamento e desenvolvimento de tecnologia, bem como no contencioso judicial de patentes, marcas, desenhos industriais e direitos autorais.

GERALDO BARBOSA
Engenheiro da VALE

MINI CV

Engenheiro de Alimentos, formado na Universidade Federal de Viçosa em 2004, com mestrado em Engenharia Bioquímica pela Unicamp em 2007. Na Vale desde 2009, trabalha na Diretoria de Tecnologia e Inovação com Gestão de Portfólio de P&D e Incentivos Fiscais à Inovação Tecnológica.

GUILHERME FAVARON
Coordenador de Pesquisa & Desenvolvimento e Eficiência Energética – AES Brasil

MINI CV

Atua há 12 anos com PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação), gestão de projetos, portfólio, propriedade intelectual liderando times
multidisciplinares nos seguintes segmentos: Indústria Farmacêutica (medicamentos genéricos e referência, cosméticos e produtos para saúde), Alimentícia, Equipamentos Médicos, e Energia (Geração e Distribuição). Com atuação internacional (EUA e Colômbia), é PMP® certificado pelo PMI®, formado pela USP, com MBA em Gestão de Projetos pela FGV e MBA em Gestão de Inovação da UNICAMP.

JOSÉ HENRIQUE DE L. C. DIEGUEZ BARREIRO
Coordenador Geral de Software e Serviços de TI da SEPIN/MCTI

ESTRATÉGIAS DO MCTI PARA INCENTIVAR A INOVAÇÃO EM TI:
STARTUPS E CENTROS DE P&D


A apresentação versará sobre duas ações em curso na Secretaria de Política de Informática do MCTI, o Start-Up Brasil e a ação de Atração de Centros Globais de P&D. Tratam-se de estratégias que tentam estimular a inovação e o desenvolvimento tecnológica no país dentro do Programa Estratégico em Software e Serviços de TI (TI Maior). A estratégia de startups estimula o surgimento de inovações que podem ser apropriadas pelo mercado de várias maneiras, sendo uma delas, a de aquisição de soluções, ou mesmo de toda a empresa (startup) por parte de uma outra empresa, como forma de inserir a inovação dentro de seu portfólio de produtos, processos e serviços. A outra estratégia busca estimular as empresas e pensarem nas tecnologias da informação como instrumentos estratégicos de inovação (e portanto novas oportunidades de negócios) para as empresas, e não somente a TI como meio para atendimento de suas necessidades.

MINI CV

Analista em C&T Sênior do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI com experiência na gestão e fomento à P&D na indústria de software (CNPq) e na formulação de políticas públicas para a inovação tecnológica (SETEC/SEPIN MCTI). Atualmente é Coordenador-Geral de Software e Serviços de TI da SEPIN sendo o responsável pelo Programa Estratégico de Software e Serviços de TI (TI Maior). É também professor assistente no Curso de Administração da Universidade Católica de Brasília – UCB, atuando em docência em disciplinas relativas à administração estratégica, jogos de empresas e empreendedorismo e inovação e em atividades de pesquisa e desenvolvimento sobre simuladores para uso em jogos de empresas e para a gestão de aviação comercial (este último em parceria com CEPTA).Engenheiro Mecânico pela UERJ, Mestre em Ciências em Engenharia de Produção pela UFRJ/COPPE e Doutor em Administração e Economia de Empresas pela Universidade de Salamanca/USAL/Espanha. Possui experiências profissionais em engenharia atuando na área de construção naval (ABS/Ishikawagima do Brasil) e na indústria de petróleo (Petrobrás Distribuidora e CENPES).

JOSÉ PAULO MILAN AMARO
Consultor Senior da VAMTEC

MINI CV

Engenheiro Metalurgista pela UFRGS, Master of Metallurgy pela Sheffield University, UK. Tem a carreira desenvolvida em ligas e aços especiais, produtos de carbono e fornos elétricos de redução. Foco em desenvolvimento de mercados estratégicos e projetos. Atualmente atua como consultor sênior na área de desenvolvimento de negócios da VAMTEC S/A.

KAREN GIROTTO
Diretora Executa da BRAERG

MINI CV

Advogada, pós-graduanda em Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica pela UFSCAR, Diretora Executa da BRAERG (Brazilian Expertise Research Group)

LEANDRO ALEXIX FARINA
Gerente de Gestão para Excelência da Celulose Irani

MINI CV

Formado em Engenharia Química (UFSC), Pós-Graduado em Produtividade e Qualidade Total e Desenvolvimento Sustentável (UNC), Especialista em Celulose e Papel (UFV), MBA em Gestão para Excelência (Senai-FNQ) e Estratégias para o Desenvolvimento Sustentável (FGV) este último em curso, atualmente atua como Gerente de gestão para excelência na Empresa Celulose Irani S.A.

LUCIANA CAPANEMA
Gerente de Inovação – Área de Planejamento do BNDES

APOIO DO BNDES À INOVAÇÃO: INSTRUMENTOS DE APOIO À INOVAÇÃO E BNDES SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS

A palestra irá apresentar os instrumentos do BNDES para apoio à inovação, com destaque ao novo produto BNDES Soluções Tecnológicas.

MINI CV

Engenheira Química formada pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestre em Engenharia de Minas e Metalurgia pela mesma instituição.
Trabalhou na Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP na Área de Planejamento com os Fundos Setoriais do FNDCT de 2001 a 2003.
Funcionária do BNDES desde 2003, atuou no apoio ao Complexo Industrial da Saúde e à Agroindústria. Desde 2013 responde pela Gerência de Inovação na Área de Planejamento do BNDES.

LUCIANA MOORE SURLIUGA
Economista na Área de Operações Indiretas do BNDES

APOIO DO BNDES À INOVAÇÃO: INSTRUMENTOS DE APOIO À INOVAÇÃO E BNDES SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS

A palestra irá apresentar os instrumentos do BNDES para apoio à inovação, com destaque ao novo produto BNDES Soluções Tecnológicas.

MINI CV

Graduada em Economia pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC - RJ) e mestre em Economia pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC - RJ).
Atua como economista na Área de Operações Indiretas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com foco na área de inovação e operacionalização do produto BNDES Soluções Tecnológicas.

MARCELO PRIM
Gerente Executivo de Inovação e Tecnologia do SENAI - Departamento Naciona

INOVAÇÃO ABERTA E REDES COLABORATIVAS - DESCUBRA COMO O SENAI PODE APOIAR A INDÚSTRIA A SE TORNAR MAIS COMPETITIVA

A inovação será abordada como assunto que se aprende e se dissemina através da prática, através da criação de espaços abertos para o desenvolvimento de ideias em protótipos, e de protótipos em propostas de projetos de inovação. Casos práticos da aplicação destes conceitos pelo SENAI - Departamento Nacional serão apresentados para exemplificar como o SENAI tem trabalhado a inovação com parceiros.

MINI CV

Mestre em Engenharia Mecânica pelo ITA e graduado em Engenharia Mecânica pela UFSC, possui grande experiência em gestão de inovação, tendo atuado na gestão de inovação da Embraer e da Natura; e na gestão de Programas de P&D na Sygma Motors. Atualmente é Gerente Executivo de Inovação do SENAI - Departamento Nacional, coordenando projetos como o a Implantação de Institutos SENAI de Inovação e Tecnologia; Edital SENAI SESI de Inovação e o Grand Prix SENAI de Inovação.

MARCOS ANTONIO MARQUES
Sócio Diretor da Rocha Marques Assessoria Empresarial

LEI DO BEM - COMO ALAVANCAR NEGÓCIOS

MINI CV

Formado em Adm. de Empresas pela FAE – Curitiba com Pós Graduação em Comércio Exterior e MBA em Controladoria pela USP-SP. Atuou por 10 (anos) em empresa multinacional de telecomunicações como gestor econômico e financeiro. Desde 1.995 é sócio da empresa ROCHA MARQUES ASSESSORIA, empresa especializada em Incentivos Fiscais para Inovação Tecnológica e fomento para captação de recursos reembolsáveis e não reembolsáveis.

MAYCON STAHELIN
Coordenador do Programa InovAtiva Brasil - MDIC

PROGRAMA INOVATIVA BRASIL

Apresentação do InovAtiva Brasil, programa de capacitação, mentoria e conexão para startups coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Aborda os benefícios oferecidos aos empreendedores, a importância da mentoria tanto para mentores quanto para empreendedores e as conexões estabelecidas com investidores e grandes empresas.

MINI CV

Coordenador do programa InovAtiva Brasil no MDIC, onde é servidor público da carreira de Analista de Comércio Exterior desde 2013. Formado em Jornalismo com Especialização em Comércio Exterior pela FGV, foi assessor de imprensa da Federação das Indústrias de Santa Catarina, repórter e editor do site NetMarinha e repórter da Revista Empreendedor.

MONICA PUOLI
Lider de projetos na área de novos negócios da BOSCH

MINI CV

Especialista em Design Thinking pela HPI d.school Potsdam e Mestre em Design de Serviços e Inovação pela London College of Communication, participou de projetos em Berlin, Londres e Seul. Designer por formação, tem pós graduação em Design e Tecnologia Digital para desenvolvimento de produtos e serviços, ambas pela FAAP. Passou pelo departamento de design da Tok&Stok como estagiária, fundou seu primeiro escritório antes de se aventurar para fora do país. Já de volta ao Brasil atuou como consultora em Design Thinking e Inovação além de coordenar a etapa nacional Creative Business Cup 2012. Em 2012 topou o desafio de estruturar o curso da Escola Design Thinking, foi coordenadora, professora facilitadora e comunicadora durante seu primeiro ano. Identificou então um gap cultural entre o mundo corporativo e da inovação que acaba por dificultar a conversa entre os dois e impede a implementação de projetos de impacto pelas grandes empresas. Hoje é líder de projetos na área de novos negócios da Bosch com o desafio de criar, desenvolver e implementar novos negócios para empresa dentro de uma perspectiva ágil e centrada no ser humano. Acredita em uma sociedade em rede, colaborativa, baseada em cocriação, inovação aberta e empreendedorismo. Aposta na mudança através da inovação social e empreendedorismo criativo.

PATRÍCIA FALCÃO
Advogada da Clarke, Modet & C° - Brasil

A IMPORTÂNCIA DA PROTEÇÃO E DA GESTÃO DOS ATIVOS INTELECTUAIS

Será apresentado um descritivo dos diferentes aspetos essenciais à proteção e gestão dos Ativos Intelectuais, abordando a necessidade das empresas inovadoras em investir na proteção e gestão dos seus ativos intelectuais, não somente para manter seus investimentos, mas também para alavancar seus resultados decorrentes de pesquisa e desenvolvimento (P&D), e, ainda, evitar que terceiros se apropriem indevidamente de tais ativos.

MINI CV

Advogada da Clarke, Modet & C° - Brasil, empresa com sede na Espanha e especializada em Propriedade Intelectual nos países de língua espanhola e portuguesa. Graduada em Direito pela Universidade Candido Mendes Centro e Pós-graduada em Propriedade Intelectual pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio. Especializou-se em Contratos de Propriedade Industrial pela Licensing Executives Society - LES, tendo também cursado a Especialização em Propriedade Industrial pela Associação Brasileira dos Agentes da Propriedade Industrial - A.B.A.P.I. Atua na área de propriedade intelectual há 17 anos, desenvolvendo serviços jurídicos de consultoria, contencioso cível, e contratos em geral. Sendo ainda responsável pela redação de alguns artigos publicados, tais como: “Um Grande Incentivo às Patentes Internacionais”, “A Atividade Empresarial e Seus Sinais Distintivos”, e “A Importância da Marca como Nome de Domínio”.

PAULO JOSE PEREIRA DE RESENDE
Superintendente – Área de Fomento e Novos Negócios

FINEP: FORMAS DE APOIO À INOVAÇÃO

Apresentação das formas de apoio da Finep para empresas inovadoras

MINI CV

Graduado em Administração Industrial pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (2002) com mestrado em Administração pela Fundação Getúlio Vargas (2006). Doutorando da Escola de Engenharia da Universidade Federal Fluminense. Atualmente comanda a Área de Fomento e Novos Negócios da FINEP. Está há treze anos na empresa, tendo desempenhado atividades nas áreas de garantias de financiamento, de financiamento de empresas e outras.

PEDRO JOSÉ NOLASCO SOBRINHO
Gerente do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da VAMTEC

MINI CV

Engenheiro Metalurgista. Mestre em Engenharia de Materiais pela REDEMAT: UFOP-CETEC-UEMG. Doutor em Engenharia Metalúrgica e de Materiais pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo-EPUSP (2004), com a tese Reciclagem de Poeiras e Lamas Geradas na fabricação de Aço Inoxidável, tendo montado um equipamento simulador para estudar as reações a alta temperatura envolvendo os resíduos e o aço com projetos aprovados pela FAPESP. Pós Doutor pela USP(2004-2005) com a pesquisa relacionadas à fabricação de ligas Fe-Cr-Ni a partir de resíduos siderúrgicos. Coordenador do projeto PIPE/FAPESP (2005) na utilização de Plasma Térmico para Produção de Ligas a Partir Lama de Aciaria. É Gerente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Grupo Vamtec desde 2005 onde tem desenvolvido mais de 140 produtos para metalúrgicas e siderúrgicas. Em 2006 recebeu o Prêmio de Reconhecimento Técnico ACESITA no Seminário Internacional de Aciaria da ABM (Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração) pelo trabalho “Influência da Basicidade da Escória em Poeiras na Produção de Aço Inoxidável”. Ainda na VAMTEC foi responsável pela prática “Desenvolvimento de Escória Sintética Sinterizada para o Controle do Enxofre(S) na Fabricação de Aços Elétricos de Grão Orientado(GO) fabricados na Arcelor Mittal Inox Brasil”, atual APERAM, com o Prêmio SESI de Qualidade no Trabalho – PSQT, na categoria Inovação. Inventor em quatro depósitos de patentes, possui mais de 50 artigos técnicos publicações nacionais e internacionais. É integrante voluntário de Comissão do Seminário de Aciaria da ABM. Também, voluntariamente, faz parte do Grupo de trabalho CB19 da ABNT –Associação Brasileira de Normas Técnicas. Lecionou para os cursos de Engenharia, Administração, Secretariado Executivo Bilingue e Matemática.

RAFAELA DI SABATO GUERRANTE
Pesquisadora do INPI – Coordenação de Pesquisa em Inovação e Propriedade Intelectual

A CONTRIBUIÇÃO DA INFORMAÇÃO TECNOLÓGICA DE PATENTES PARA A PLATAFORMA ITEC

Um novo produto de informação tecnológica do INPI: o Radar Tecnológico. Será apresentado um Radar Tecnológico customizado para o Encontro iTec 2015 com o tema "Nanotecnologia na Gestão de Resíduos” e outros Radares Tecnológicos já elaborados pelo INPI, nas temáticas de: Químicos para Couro, Tecnologias para Doenças Hipertensivas, Máquinas Agrícolas, Biotecnologias de Brasileiros aplicadas à Saúde, Biotecnologia de Brasileiros de aplicação em Outros Setores (não Saúde) também serão abordados. Merece destaque as vantagens desse novo produto para os setores industrial e acadêmico bem como a apresentação dos tutoriais de busca de patentes elaborados pelo INPI, com a finalidade de ensinar o usuário externo a fazer, ele mesmo, buscas de patentes em bases gratuitas na internet, e, como os usuários da Plataforma iTec podem se beneficar dessas buscas quando da proposição de desafios e de soluções.

MINI CV

Pesquisadora do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Atuou durante 3 anos como examinadora de patentes na área de química orgânica (fármacos e defensivos agrícolas) e, desde 2005, desenvolve estudos setoriais de monitoramento tecnológico baseado em patentes na mesma instituição. Atualmente é coordenadora da área de Pesquisa em Inovação e Propriedade Intelectual do INPI e representante do Instituto no Comitê de Gestão da Propriedade Intelectual da Anpei. Pela Universidade Federal do Rio de Janeiro possui graduação em Engenharia Química (1999), mestrado em Engenharia Química (2002) e doutorado em Engenharia Química (2011). Autora do livro "Transgênicos: uma visão estratégica”.

RICARDO MARRECO VASCONCELOS
Engenheiro da VALE

MINI CV

Engenheiro Eletricista com especialização em Eletrônica industrial, formado no INATEL em 1982. Mestrado em Ports, Shipping and Transport na NMU de Rotterdam em 2013. Na VALE sempre trabalhou no Departamento de Terminais Portuários (São Luis e Vitória -Tubarão). Experiência de 10 anos na manutenção elétrica/eletrônica, 4 anos na operação e 16 anos no departamento de projetos e inovação tecnológica em logística.